Erro

Tenho vergonha de falar com um psicólogo(a)

Postado por Flavia Franciny Costa Rojas em 25/10/2021 22:31


 

Apesar da terapia representar para algumas pessoas um espaço confortável para abordar questões pessoais, para outras o medo e a insegurança de se abrir, falar sobre seus problemas, ainda é um desafio, seja ao procurar atendimento ou quando já iniciou o processo. 

Isso se deve a um motivo frequente, que aliás irá aparecer não apenas no receio de falar com psicólogo, mas em várias questões e esferas da vida: o medo de ser julgado.

Falar sobre nossa intimidade e confiar no outro de fato não é uma tarefa fácil. Principalmente se já temos dificuldade de nos abrirmos até mesmo com pessoas próximas. Muitas vezes essa ideia vem acompanhada de afirmações como " sou um pessoa muito fechada", "não quero incomodar com os meus problemas", "acho que ningué precisa saber", e que dizem, em alguns casos, desse medo de ser julgado e o que o ouvinte irá pensar. 

Porém, quando falamos sobre o cuidado em saúde mental,l é necessário lembrar que o profissional está lhe atendendo não está ali para fazer julgamentos. E é fundamental ter isso em mente para conseguir caminhar no processo psicoterapêutico. A psicoterapia requer uma construção de uma relação terapêutica, cuja função é essencial para o tratamento pois permite que paciente e terapeuta consigam avançar juntos no tratamento.

Não precisa ter pressa e nem se atropelar para falar sobre sentimentos e situações que ainda não se sente confortável em expor. Entretanto, é preciso reconhecer se o medo de ser julgado tem se tornado um obstáculo para buscar ajuda profissional e acima de tudo se cuidar. 

Lembre-se, o psicólogo não está ali para te julgar, não cabe ao terapeuta apontar o que é certo ou errado. A terapia não é um espaço para julgamentos morais, muito menos opiniões pessoais do terapeuta. O profissional está acostumado a acolher situações diversas e poderá oferecer suporte em meio a insegurança do paciente sobre o que dizer. Por isso, não tenha receio de pontuar os motivos que te levaram à consulta. 

Na psicoterapia não está em jogo saber a verdade ou mentira dos fatos, não cabe ao psicólogo tirar prova do que você está falando e fazer papel de detetive. Ao psicólogo interessa a realidade subjetiva do paciente, como ele lida e se sente diante do fato narrado.

Caso você já esteja em um processo de psicoterapia com um profissional e  percebe que tem se sentido inseguro(a)  para abordar sobre qualquer tema, inicie o assunto a respeito da sua dificuldade em se expressar.Compatilha com o profissional, pois ele está ali exatamente para te ajudar com essas e outras dificuldade. Falar de si, pode ser um grande passo para construírem juntos formas de lidar com o problema.

 

Psicóloga Flávia Costa 

CRP 05/60279

Whatsapp: (21) 990065889

Clique aqui