Erro

Auto sabotagem - Quando me privo de ser feliz

Postado por Giovana Bruno da Silva em 14/12/2020 18:48


Você conhece ou já ouviu falar do termo "auto sabotagem"? Essa é a ação de sabotar a si mesmo. Isto é, de agir contra seus planos e desejos.

Sabe aquela sensação de estar repetindo algo? Quando você se pega em uma situação que já aconteceu com você, da qual você jurou que não aconteceria mais, ou que da próxima vez seria tudo diferente? Vou dar alguns exemplos:

  • Quando você está de dieta e ao perceber que conseguiu perder 3kg, se pega comendo aquele doce que você tanto gosta mas sabe que vai contra sua dieta!
  • Quando você diz ter o famoso "dedo podre" para se relacionar!
  • Quando você sabe que precisa por alguma atividade em prática, como um estudo, algum trabalho, mas fica adiando, adiando e adiando.

Essa é a auto sabotagem! E na maioria das vezes, o indivíduo não sabe que se sabota, até porquê, este é um comportamento totalmente inconsciente, no qual você se põe em luta contra você mesmo, luta esta que pode várias vezes levar à exaustão. Esse comportamento repetitivo costuma ter como base para sua existência situações mal elaboradas que aconteceram no desenvolver do indivíduo, muitas vezes na infância ou até mesmo na adolescência.  É como que as situações não bem elaboradas nestes períodos reflitam no comportamento atual do indivíduo, de forma automática, pois não houve uma maior elaboração da mesma, como se o mínimo fosse aceito como bom, sem que seja permitido por si próprio explorar o novo, ou seja, se guiar para o melhor, criando então através desse comportamento uma resistência inconsciente ao novo.

O autoconhecimento é a chave para diversos conflitos de nosso cotidiano, e com a auto sabotagem não é diferente. O aprofundamento sobre as raízes desta demanda, irão trazer a consciência o motivo real de suas atitudes, e é através desta análise de si mesmo e elaboração que o indivíduo irá se permitir ao novo, saindo desta zona de conforto, dando espaço a mudança rumo ao que realmente quer e ao que realmente lhe faz bem, sem se contentar com o comportamento repetido. A análise pessoal é uma ótima ferramenta para lidar com esta questão. Se permita à melhora, colha os frutos de ser merecedor desta escolha.

Para maiores informações, dúvidas, ou agendamentos clique aqui para entrar em contato comigo. Fico à disposição!

 

Texto produzido por Giovana Bruno da Silva

Psicóloga clínica - CRP 06/163924