Erro

Pensamentos automáticos: Onde tudo começa e termina!

Postado por Raquel Magalhães de Mello em 06/05/2018 14:34:04


Segundo Judith Beck os pensamentos automáticos são um fluxo de pensamento que coexiste com um fluxo de pensamento mais manifesto. Como o próprio nome sugere esses pensamentos aparecem em nossa mente, invandem o pensamento  como verdades incontestáveis gerando angustia  e ruminação. A maior parte do tempo não estamos cientes deles. Com um pouco de treinamento podem tornar-se cientes.Podem estar em uma forma verbal, visual (imagens) ou em ambasSão aceitos como verdadeiros, sem reflexão ou avaliação

Esses pensamentos não são exclusivos das pessoas com angústia, eles são uma experiência comum a todos nós , por exemplo: uma pessoa , após um esforço, consegue marcar um encontro . No entanto, no dia marcado a pessoa se atrasa. A mente de quem marcou o encontro é invandida por pensmaentos do tipo:  - Sabia que isso ia acontecer; - Sou muito feio, ela não quer ser vista comigo. ; - Nunca vou conseguir ter um relacionamento...


O que aconteceu de fato, neste momento não importa pois a pessoa já teve sua mente inundada por pensamentos automáticos

Segundo Beck, os pacientes podem ter dúzias ou até mesmo centenas de pensamentos automáticos por dia que afetam seu humor, comportamento e/ou fisiologia (a última é especialmente pertinente para a ansiedade).

A terapia cognitiva ajuda o paciente a identificar as principais cognições e a adotar perspectivas mais realistas e adaptativas, o que leva o paciente a se sentir melhor emocionalmente, se comportar com mais funcionalidade e/ou diminuir sua excitação psicológica.

 Isso é feito por meio do processo da descoberta guiada, usando o questionamento  para avaliar seu pensamento. O terapeuta também cria experiências, chamadas experimentos comportamentais, para que o paciente teste diretamente seu pensamento . O terapeuta, em geral, não sabe antecipadamente até que ponto o pensamento automático de um paciente é válido ou inválido, mas juntos eles testam esse pensamento para desenvolver respostas mais úteis e adequadas.

A terapia cognitiva comportamental trabalha técnicas especificam para a modificação de pensamentos automáticos que consistem em:

  1. Identificar o P.A ( pensamento automático )
  2. Modificar P.A
    1. Desenvolver Diálogos Internos Construtivos – Reestruturação Cognitiva;
    2. Afirmações Construtivas Tranquilizadoras e/ou Cartões de Enfrentamento

É importante ressaltar que não será apenas em uma sessão que isso irá se modificar. Temos que lembrar que os pensamentos foram constituídos ao longo da vida e são parte de estrutura e de um esquema que sustenta a personalidade, portanto apenas com profissional habilitado e acompanhamento sério que essa situação irá se modificar de modo a gerar saúde e qualidade de vida.

 

Artigo escrito por Raquel Mello